Food Photography: 5 Dicas para Tirar Boas Fotos de Comida

Conseguir tirar boas fotos de comida é algo que pode parecer fácil, mas que envolve muitos detalhes e alguns truques. Se é fã de food photography e gosta de partilhar nas redes sociais as suas receitas ou as delícias de algum restaurante que visitou, este artigo é para si!

Apresentamos-lhe 5 dicas simples para tirar boas fotos de comida e conseguir resultados profissionais.

 

5 Truques de food photography que tem de começar a aplicar

 

1. A importância da luz e do ângulo nas fotos de comida

Estes são alguns dos aspetos mais importantes, não só no campo da fotografia gastronómica, mas em qualquer tipo de fotografia.

Quer esteja em casa ou num restaurante, deve procurar sempre usar a luz natural para fotografar. Caso não tenha acesso a luz natural em espaços interiores, tente procurar o sítio mais iluminado da sala.

Quando falamos de luz natural, não nos referimos necessariamente à luz de um dia de sol. De facto, os dias encobertos mas luminosos são ótimos para conseguir tirar boas fotos de comida. Nessas condições, as cores ficam mais fortes e os realces nas fotos tornam-se mais interessantes.

O ângulo também é um ponto muito importante na food photography. Idealmente, para conseguir obter uma boa fotografia, deve procurar um ângulo que lhe permita captar a luz e as sombras. Mas como conseguir isso? Basta procurar uma janela por onde entre luz e fotografar de modo a que esta incida lateralmente sobre o prato. Numa outra abordagem, a câmara deve estar por cima do prato e num ângulo paralelo ao que deseja fotografar.

Existe ainda outro ângulo bastante utilizado em fotografia gastronómica: aquele que você tem quando está à mesa. Esta perspetiva é ideal para fotografar comida apresentada numa composição em altura, como profiteroles, panquecas ou hambúrgueres, por exemplo.

 

2. Fotografe alimentos frescos e capte a realidade do que observa

Um dos segredos para tirar boas fotos de comida passa pela frescura dos alimentos. Note que fotografar alimentos frescos vai fazer com que a cor dos mesmos seja mais vibrante nas imagens.

Fotografias de comida em que cada elemento pareça viçoso fazem os ingredientes parecer deliciosos. Um prato passado, ressequido ou confecionado há já algum tempo não vai ter o mesmo brilho que outro acabado de preparar.

É também importante não alterar as cores da comida e dos restantes elementos na fotografia, de modo a manter-se fiel ao que observa. Se o prato que está à sua frente for branco, é nessa cor que deve aparecer na foto. Ao fazer food photography, é essencial que aquilo que capta tenha o melhor aspeto possível, mas sem fugir à realidade.

 

3. Mostre quem cozinha

Se tiver oportunidade, fotografe o processo de confeção do prato e as mãos ou o rosto de quem o cozinhou. Desta forma, conseguem-se fotos de comida mais interessantes do que se retratassem apenas a apresentação final.

Pode valorizar a fotografia mostrando alguém a decorar o prato ou uma mão a verter um delicioso molho sobre um bife ou uma salada. Inserir elementos humanos (como mãos ou sorrisos) adiciona representatividade e veracidade à imagem.

 

4. A importância da composição para tirar boas fotos

Depois de analisar a luz, o ângulo e a cor da sua fotografia, é importante perceber se a composição do cenário está equilibrada. Não tenha receio de colocar os copos e talheres em sítios diferentes para conseguir um bom enquadramento.

Usar um fundo branco ou de madeira é uma escolha acertada, assim como é importante utilizar talheres, copos e pratos bonitos. Se o seu aspeto não for o melhor, é preferível removê-los do enquadramento.

Acima de tudo, para conseguir tirar uma boa foto de comida, procure ter o cenário bem limpo. E nunca se esqueça: na food photography, apesar de o enquadramento importar, a comida deve ser sempre o foco.

 

5. Porcelana: A base de qualquer boa foto de comida

A porcelana é, porventura, o elemento mais importante na composição e montagem da fotografia gastronómica.

Se pretende jogar pelo seguro, o melhor será sempre optar por pratos brancos de linhas simples. Esta cor irá transmitir luz e ajudar a dar um maior destaque aos alimentos.

Se preferir usar porcelana de linhas mais arrojadas e com cores fortes, tenha sempre em atenção que a luz e o foco deverão estar sempre nos alimentos.

 

Na Costa Verde, preocupamo-nos com todos estes detalhes. Se procura linhas simples, pode optar pelos modelos Saturno e Opera, que proporcionarão um toque clássico de elegância e sofisticação. Caso queira ser um pouco mais arrojado, sugerimos os serviços Isola e Nordika, com peças distintas e contemporâneas. Por sua vez, se o seu objetivo for a aposta na cor, inspire-se na linha Rustico e deixe-se levar pela imaginação.

Em qualquer composição que crie, tirar boas fotos de comida fica mais fácil com o toque requintado das porcelanas Costa Verde. Conheça todas as coleções!

 

CONHECER COLEÇÕES COSTA VERDE

 


 

Subscreva o nosso blog!