Costa Verde: Eis Isabel Mouro, um dos rostos do MyCostaVerde!

A Costa Verde apresenta-nos Isabel Mouro. Tem 72 anos e é um dos muitos rostos que ajudaram a construir a história desta empresa. Aceitou participar no projeto MyCostaVerde, cujo objetivo é dar a conhecer memórias e vivências de antigos colaboradores.

Cada testemunho é relatado na primeira pessoa e consiste numa partilha das suas histórias. Desde a entrada na fábrica até ao percurso de saber e experiência feito ao longo de anos, tudo é transmitido. Destacam-se momentos, pessoas e desafios importantes para o trajeto de cada um. Às vezes, vence a emoção, mas a mensagem final, essa, é sempre inspiradora!

 

Mais de uma década ao serviço da Costa Verde

A D. Isabel trabalhou na Costa Verde durante 15 anos. Antes disso, trabalhava “ao balcão de uma loja”. É ainda com espanto que descreve o momento em que entrou na empresa: “Nunca tinha visto uma fábrica a funcionar por dentro”, confidenciou-nos.

Começou a sua atividade profissional na Costa Verde pela estamparia e foi passando por várias funções e secções. É com um brilho saudoso no olhar que recorda cada uma delas.

Mais de uma década volvida, revive com emoção um acontecimento em particular. Trabalhava há pouco tempo na fábrica quando pensou que poderia ser dispensada. Foi então que teve uma conversa inesperada.

“O fundador desta casa… acho que foi ele quem me deu a mão”, conta, emocionada. “Conversou comigo tão abertamente, na frente de toda a gente. (…) O Sr. Neves esteve ali um pedaço a conversar comigo e isso marcou-me”, lembra ainda.

Poderia ter sido o fim desta história para Isabel Mouro. Mas, talvez por causa daquela conversa, não foi. Trabalhou até à reforma, em 2011, e é com convicção que afirma: “Sempre fiz o meu trabalho com vontade”.

 

Uma homenagem ao passado, votos para o futuro

Hoje, a D. Isabel sente que a Costa Verde está muito diferente do que era no seu tempo, “para melhor”. Vai acompanhando a evolução da empresa e felicita a atual administração pelo crescimento alcançado. O convite para voltar à fábrica foi recebido com enorme alegria. “É uma maneira de se lembrarem de nós”, refere.

A finalizar o seu testemunho, a antiga colaboradora recita um poema que resume a sua experiência na empresa:

 

“À Costa Verde fui bater

para trabalho encontrar.

Por isso, eu não vou esquecer

a empresa que me quis apoiar.

 

Em vários setores trabalhei

nesta empresa em expansão

até que à idade cheguei

da minha aposentação.

 

Apesar de aposentada,

pelos patrões não fui esquecida,

sempre para os eventos sou convidada,

estou deveras agradecida.”

 

Deixa, ademais, uma mensagem final a todos os colegas que atualmente trabalham na Costa Verde: “Não desistam! (…) Ajudem a fábrica a ir para a frente, porque (…) é um valor para a nossa terra”.

 

São, de facto, as pessoas que constroem o sucesso. E a Costa Verde sabe disso! O projeto MyCostaVerde é uma forma de homenagear os trabalhadores, mas não só. É também um modo de transmitir as suas experiências e testemunhos aos colaboradores mais jovens da empresa. Deixe-se inspirar por outros testemunhos e histórias de vida de quem ajudou a fabricante de porcelana a crescer!

 


 

Subscreva o nosso blog!